Novas regras do transporte aéreo são discutidas em reunião entre OAB/RO, MPF, MPE e Procon


Novas regras do transporte aéreo são discutidas em reunião entre OAB/RO, MPF, MPE e Procon

O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor (CDDC) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), Gabriel Tomasete, esteve reunido, na manhã desta quarta-feira (26), com a procuradora da República Gisele Bleggi Cunha, no Ministério Público Federal (MPF), para discutir as novas regras do transporte aéreo. Conforme a Resolução n.º 400/2016 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as companhias aéreas podem cobrar dos passageiros por bagagens despachadas. Também participaram da reunião a promotora de Justiça Daniela Nicolai de Oliveira Lima, o coordenador estadual do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Rondônia (Procon), Rui Rodrigues da Costa, e os membros da CDDC Ane Caroline Ferreira dos Santos e Johnny Deniz Climaco.

“A ação visa colher subsídios para avaliação quanto às taxas das bagagens, os abusos cometidos em relação a diferenciação de preços em compras feita via internet ou pessoalmente e também outras situações que colocam o consumidor em desvantagem exagerada, sobretudo, os consumidores do estado de Rondônia que, pela escassez de voos, estão sujeitos também a práticas já identificadas de abusividade”, explica Tomasete.

A iniciativa visa reforçar a campanha “Bagagem sem preço” lançada no ano anterior pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e decorre de articulação da Comissão Nacional de Defesa do Consumidor da OAB com diversas instituições, como Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon); Associação Nacional do Ministério Público do Consumidor (MPCON); Associação Brasileira dos Procons (Procons/Brasil); Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec); Fórum Nacional das Entidades Civis de Defesa do Consumidor (FNECDC); Fórum Permanente de Defesa do Consumidor (FPDC); Associação de Defesa da Cidadania e do Consumidor (Adeccon); Movimento das Donas de Casa e Consumidores de Minas Gerais (MDC/MG) e Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal.

União de forças

Ainda na reunião foram abordados outros temas como a Ação Civil Pública movida contra a Eletrobrás (apagões e quedas frequentes), tabelamento de valores dos táxis de Porto Velho, regulamentação do Uber e aumento abusivo do preço da gasolina. “O encontro serviu como oportunidade para selar a união entre as instituições, em atuação conjunta, em defesa do consumidor”, finaliza Tomasete.


ÚLTIMAS POSTAGENS

QUEM SOMOS


O Gurjão & Santiago Advogados Associados foi criado em 2012 pela sociedade de três colegas. O objetivo era atender os clientes nos ramos do Direito, no intuito de fomentar as atividades econômicas dos clientes, e também atuando de forma a prevenir demandas que pudessem surgir contra seus clientes.

Desde então, o Gurjão & Santiago Advogados Associados vem atendendo inúmeros clientes dos mais variados ramos, em Porto Velho e no interior do estado, incluindo ações que tramitam em outros estados brasileiros, intermediadas com escritórios parceiros de outras regiões.